Vale a pena ter um conteúdo gerado por inteligência artificial?

Gostou desse conteúdo? Compartilhe!

Vale a pena ter um conteúdo gerado por inteligência artificial?

fevereiro 26. 2024

Nos últimos anos, a inteligência artificial (IA) tem se tornado cada vez mais presente em nossas vidas, especialmente no mundo dos negócios e da comunicação

No contexto do marketing digital, inclusive, o uso de IA tem se destacado como uma ferramenta poderosa para otimizar processos e aumentar a eficiência das estratégias de marketing. No entanto, surge o debate: vale a pena ter um conteúdo gerado por inteligência artificial? 

Pessoa que usa a ferramenta ai no trabalho
Pessoa que usa a ferramenta ai no trabalho

Neste artigo, vamos explorar os avanços da IA, seu papel no marketing digital, o conceito de conteúdo gerado por IA e como as agências de marketing e publicidade estão equilibrando o uso da tecnologia com o talento humano para obter resultados eficazes. Preparado? Então vamos lá!

Os avanços da inteligência artificial no Brasil e no mundo

A inteligência artificial deu seus primeiros passos no século XX, mas foi a partir das últimas décadas que ela começou a se popularizar e a transformar diversos setores, principalmente a indústria e a medicina. 

Nos últimos anos, a IA tem mudado a forma com que as pessoas utilizam e consomem conteúdo na internet. Hoje em dia, ferramentas como o ChatGPT (da OpenAI) e Gemini (Google) permitem conversas em linguagem natural com usuários, independentemente do idioma ou assunto pesquisado.

A IA generativa vem revolucionando a comunicação e os negócios ao oferecer soluções inovadoras, como chatbots inteligentes, análise preditiva de dados, entre outras. Essas tecnologias aumentam a eficiência das empresas e melhoram a experiência do usuário, tornando as interações mais rápidas, relevantes e personalizadas.

Graças a isso, no Brasil, as empresas têm investido cada vez mais em soluções de IA para aprimorar suas estratégias de comunicação e publicidade. De acordo com dados do mercado, a previsão é de um crescimento contínuo desse setor nos próximos anos, impulsionado pela demanda por automação e personalização de conteúdo.

O uso da inteligência artificial no marketing digital

No marketing digital, a inteligência artificial tem sido aplicada em diversas áreas, desde a análise de dados até a criação de conteúdo. 

Uma das principais vantagens do uso da ferramenta no setor é a sua capacidade de processar grandes volumes de informações em tempo real. Isso permite às empresas identificar padrões, prever tendências e tomar decisões mais assertivas.

Mas onde a IA está sendo aplicada no marketing digital? Entre as aplicações mais comuns, destacam-se:

  • Segmentação de público-alvo com base em dados demográficos, comportamentais e de preferências;
  • Personalização de conteúdo para cada usuário, aumentando a relevância e o engajamento;
  • Otimização de campanhas de marketing em tempo real, ajustando orçamentos, palavras-chave e segmentação para maximizar o ROI;
  • SEO, com conteúdos capazes de melhorar o ranqueamento nos mecanismos de busca;
  • Automação de marketing, usando chatbots e assistentes virtuais para interagir com clientes;
  • Análise de sentimentos do público em relação à marca nas redes sociais e em outras plataformas, permitindo uma resposta rápida a comentários e feedbacks.

Essas são apenas algumas das maneiras pelas quais a inteligência artificial está transformando o marketing digital, tornando-o mais eficiente e orientado por dados. A criação de conteúdos otimizados e personalizados, como podemos ver, é apenas uma delas.

No entanto, antes de adotar totalmente o conteúdo gerado por IA, é importante entender seu conceito, seus benefícios e limitações. 

Ao Jornal da USP, Fernando Osório, professor do Instituto de Ciências Matemáticas e de Computação (ICMC) da Universidade, disse que a IA traz inúmeras vantagens, mas também abre discussões sobre questões éticas, morais e sociais, não sendo possível confiar totalmente nessa tecnologia.

O que é conteúdo gerado por inteligência artificial?

Antes de entrarmos no conceito de conteúdo gerado por inteligência artificial, que tal entender o processo de criação de conteúdo pelas agências de marketing?

Nesse contexto, o processo geralmente envolve a pesquisa de palavras-chave, análise de tendências, criação de briefings e pautas, curadoria de imagens, e a delegação de demandas para redatores e designers. Vale dizer que todo esse processo exige uma equipe robusta e horas e horas de trabalho.

Mas e se pelo menos parte desse processo pudesse ser automatizado de forma eficiente? E se a máquina pudesse auxiliar na pesquisa de palavras-chaves que fazem sentido para um determinado negócio, pudesse prever as tendências para o setor, entre outras atividades que economizam tempo dos profissionais e recursos financeiros das empresas?

A boa notícia é que essa possibilidade já existe com a inteligência artificial. A IA está otimizando esses processos ao automatizar tarefas repetitivas e oferecer insights baseados em dados. 

Por exemplo, algoritmos de IA podem sugerir temas de conteúdo com base nas pesquisas mais populares dos usuários, gerar títulos e descrições atraentes com base em padrões de sucesso anteriores, criar textos e até imagens. Esse, aliás, é o conceito de conteúdo gerado por IA, e se refere à criação de materiais de marketing com o uso de algoritmos e machine learning. 

No entanto, é importante notar que o conteúdo gerado por IA ainda requer supervisão humana para garantir qualidade, relevância e originalidade. Embora a tecnologia possa acelerar o processo de criação de conteúdo, ela não substitui a criatividade e o conhecimento humano.

Pessoa que usa a ferramenta ai no trabalho
Pessoa que usa a ferramenta ai no trabalho

O que o Google pensa a respeito?

Como uma das principais plataformas de pesquisa na internet, o Google desempenha um papel crucial no sucesso das estratégias de marketing digital. 

No que diz respeito ao conteúdo gerado por inteligência artificial, o Google não se opõe à sua utilização. Pelo contrário, abraçou a evolução e criou suas próprias ferramentas de IA, como o Bard e o Gemini, por exemplo.

Todavia, a empresa sugere cautela e observação às suas diretrizes de qualidade. Aqui vale lembrar que o Google valoriza conteúdo relevante, original e útil para os usuários. Portanto, mesmo que o conteúdo seja gerado por IA, é essencial garantir que ele atenda a esses critérios para que não seja considerado spam ou tenha seu ranqueamento prejudicado por ser considerado conteúdo de baixa qualidade.

Agências de marketing e publicidade: o equilíbrio entre o homem e a máquina

Em resumo, a inteligência artificial está revolucionando o marketing digital ao oferecer soluções inovadoras para automação, personalização e análise de dados

Diante desse cenário, surge a questão do equilíbrio entre o homem e a máquina nas estratégias de comunicação. Nesse caso, as agências de marketing e publicidade desempenham um papel fundamental nesse equilíbrio, combinando a eficiência da IA com a criatividade e o talento humano.

Na CMLO&CO, agência de marketing profissional, utilizamos inteligência artificial para potencializar o trabalho de nossa equipe, não para substituir o talento humano. 

Nossos profissionais são especializados em criar estratégias criativas e personalizadas que ressoam com o público-alvo, enquanto a IA nos ajuda a automatizar processos e obter insights valiosos a partir de dados. 

Fale com nossos especialistas e impulsione o crescimento do seu negócio com a tecnologia.

Últimos posts

10 Métricas de Marketing para Medir o Sucesso Das Suas Campanhas
Leia mais
Conexões Vitais: Marketing para Indústria Farmacêutica
Leia mais
LinkedIn para Negócios: Como Construir Relacionamentos Profissionais?
Leia mais
O Papel do Funil de Marketing na Jornada de Compra do Cliente
Leia mais

Assine nossa newsletter

NEWSLETTER